Sala de
Imprensa

Fechar
23.04.2018
Abrace a Serra da Moeda chega a 11ª edição com sucesso de público

Moradores da região de Brumadinho, autoridades, ambientalistas, grupos culturais e esportistas fizeram o ato simbólico

Milhares de pessoas se reuniram nesse sábado, 21 de abril, no Topo do Mundo, para participar da 11ª edição do projeto Abrace a Serra da Moeda, abraço simbólico em prol da preservação da serra de mesmo nome, localizada em Brumadinho, na Grande Belo Horizonte. O evento foi marcado pela fala de importantes representantes políticos, ambientalistas, além da apresentação de grupos culturais, entre eles a Guarda Municipal de Moçambique de Nossa Senhora do Rosário, de Belo Vale, e o Grupo Nego por Nego.

Segundo a ONG Abrace a Serra da Moeda, embora o mote central desta 11ª edição do Abrace continuou sendo a luta pela criação do Monumento Natural Estadual da Mãe D’água, que visa proteger as nascentes da região, este ano o protesto também serviu para exigir da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMAD), responsabilidade com a segurança hídrica da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Isso porque o órgão ambiental estadual vem se posicionando favorável à viabilidade de empreendimentos que produzem significativos impactos, especialmente na Serra da Moeda, sem qualquer estudo conclusivo acerca da viabilidade hídrica dessas atividades.

Um desses empreendimentos, que conforme a ONG tem destruído a área verde, é a fábrica da Coca-Cola, em operação no município de Itabirito desde meados de 2015. Os ambientalistas alegam que a unidade extrai mensalmente 173.253 m³ de água dos mananciais, sem apresentar estudos hidrogeológicos prévios, e denunciam ainda que a empresa foi instalada nos limites da Área de Proteção Ambiental Sul (APA Sul), mas isso só foi alterado no banco de dados do Instituto Estadual de Florestas (IEF) em 2017. “Se tivesse ocorrido antes, o licenciamento para o empreendimento teria passado pelo crivo da APA”, afirma Beatriz Vignolo, advogada ambientalista da ONG Abrace a Serra.

Prêmio Cidadania Metropolitana

 

Além do abraço simbólico, um dos momentos mais importantes da 11ª edição do Abrace a Serra da Moeda foi a conquista da ONG de um importante prêmio, recebido pela Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte. A entidade classificou-se dentre as dez melhores iniciativas pelo voto popular dos cidadãos metropolitanos, na 1ª edição do Prêmio Cidadania Metropolitana. “Ficamos extremamente honrados em saber que o nosso trabalho é reconhecido pela sociedade civil, afinal todos os anos em que subimos aqui [no Topo do Mundo] para exigir que as autoridades públicas olhem com mais atenção e rigor para essas negligências ambientais que acontecem neste importante patrimônio natural, estamos, sobretudo, lutando para garantir qualidade de vida às comunidades locais e as próximas gerações que estão por vir”, afirma Beatriz, acrescentando que em 2019 o ‘Abrace a Serra’ já está agendado. “Do jeito que as coisas estão, e tendo em vista que as violações aqui na região crescem cada vez mais, não podemos sossegar e muito menos deixar que a luta pela preservação do meio ambiente se enfraqueça”, conclui.

ASSESSORIA DE IMPRENSA:

Agenda Comunicação Integrada

Jornalistas responsáveis: Maíra Rolim e Daniel de Andrade

Contato: (31) 3021-0204 | (31) 99120-1068 |(31) 9 7348-9500

WhatsApp: (31) 98500-1358

Facebook.com/agendacomunicacao

Instagram: agendacomunicacao

www.agendacomunica.com.br