Sala de
Imprensa

Fechar
09.02.2018
Bloco da Oca arrasta famílias e crianças no bairro Buritis

Com caráter de encontro familiar e conexões com o meio ambiente, ao som de marchinhas, bloco carnavalesco promete animar domingo de carnaval

          Os bloquinhos de carnaval são espetáculos a parte para aqueles que adoram curtir essa época do ano. Com proposta de reunir familiares e crianças, o Bloco da Oca vai garantir diversão ao som de percussão no ritmo de marchinha. A concentração do bloco mais familiar da capital mineira, como afirma a idealizadora do projeto, Karine Rolim, diretora da Oca Eventos Sustentáveis, ocorrerá no dia 11 de fevereiro, domingo, a partir das 10h, na rua Henrique Badaró Portugal, 480 – Buritis.

Em sua 2ª edição, o evento que tem como inspiração a preservação da natureza, a sustentabilidade, a cultura indígena e as boas reuniões entre famílias. Além de resgatar aspectos ligados ao meio ambiente, o bloco visa contemplar o público infantil e incentivá-los a curtir a folia carnavalesca de maneira consciente desde a infância.

A concentração será às 10h, em frente à Oca Café, e contará com oficinas de maquiagem e brincadeiras gratuitas da parceira Carol Recreações. A partir das 11h, os foliões partirão em ritmo de festa para o desfile, que acontecerá em toda a avenida.

O mestre percussionista, Aender Reis, será o responsável por agitar o folião. Músico, poeta, compositor e arte educador, Aender é regente em vários blocos da capital mineira e participa de  inúmeros projetos, como “Educação pelo Tambor”, em Contagem, e  “Preparando o futuro”.

A diretora da Oca Eventos Sustentáveis e organizadora, Karine Rolim, explica a essência do bloco: “O projeto busca resgatar os encontros familiares e os carnavais de antigamente, levando alegria e diversão para todos”, relata.

A novidade deste ano é a parceria com o projeto “Tambores do Morro”, situado no Morro do Papagaio, aglomerado localizado na região Centro-Sul de Belo Horizonte. A ideia é propiciar que os participantes possam mostrar seus aprendizados na folia de carnaval. Leandro de Castro, atual responsável pelo projeto, salienta que o programa vai muito além de um trabalho social. “São vários jovens e crianças aprendendo percussão, capoeira, dança afro e, o mais importante, conhecendo as primícias de nossa descendência e do nosso ritmo brasileiro”, conta, empolgado, Leandro.

Em comum acordo com o discurso acima, Karine lembra que este é um dos pilares do Bloco da Oca: “Valorizar nossa cultura, nossos povos e tribos. É isso que desejamos.” Com este mesmo intuito, o festival de cervejas artesanais, Junglebier, também será parceiro do evento com o Jungle Bloco, que tem como mestre Zé Paulo.

Serviço:

Bloco da Oca

Dia 11 de fevereiro – Domingo

Rua Henrique Badaró Portugal, 480 – Buritis.

10h – Grande concentração e preparação

Oficina de maquiagem, adereços e brincadeiras com Carol Recreações

Preparação da percussão carnavalesca com participação do Jungle Bloco

Mensagem do grupo de auxílio à saúde mental: Marchinha janeiro a janeiro

Das 11h às 13h – Desfile

Marchinha com o Bloco da Oca pela avenida

Assessoria de Imprensa:

 

Agenda Comunicação Integrada

Jornalistas responsáveis: Maíra Rolim e Daniel de Andrade

Contato: (31) 3021-0204/ 9 9120-1068/9 8500-1358 / 9 7348-9500

Site: www.agendacomunica.com.br