Sala de
Imprensa

Fechar
03.01.2018
Carvão ganha destaque em receitas

Gelateria da Savassi criou casquinha de carvão vegetal enquanto restaurante do Floresta escolheu o elemento  para integrar visual de um hambúrguer. Proposta das casas é causar impacto e ter produtos diferenciados

 

Você acha que o lugar do carvão vegetal é apenas na churrasqueira? Se sim, está enganado. Ele também está ganhando os pratos. É isto mesmo. Este elemento da natureza tem sido bastante utilizado para incrementar receitas e trazer benefícios à saúde. A principal característica deste tipo de mineral é a sua cor viva e forte. Mas de similar mesmo com o convencional apenas a coloração, pois o usado nos pratos é o carvão vegetal ativado. Este é produzido a partir da queima de determinados tipos de madeira, por meio do controle da temperatura e do oxigênio. Por isso, a textura porosa e absorvente.

O que mais acha atenção no carvão vegetal ativado é a aparência, que pode parecer estranha e inusitada, afinal comer um sanduíche ou um sorvete preto ainda não é algo muito comum no Brasil. Mas esta tendência vem atraindo cada vez mais chefs e caído no gosto das pessoas.

A sócia-proprietária e responsável pela produção na cozinha da Fiorella Gelato, na Savassi, que acrescentou ao cardápio da casa a casquinha de carvão vegetal, explica que a ideia foi inspirada em gelaterias de Nova Iorque. “Lá algumas casas possuem tanto o sorvete quanto a casquinha com carvão vegetal e assim, pensamos em também usufruir deste elemento. Hoje nossa casquinha é sucesso entre o público”, revela.

Porém o acréscimo deste ingrediente nas receitas deve ser feito de maneira correta. Ananda evidencia que várias pesquisas foram realizadas até a decisão de colocá-lo no cardápio: “Conversamos com especialistas e pesquisamos muito até chegarmos a uma dosagem adequada.”

A sócia proprietária da Fiorella Gelato ainda afirma que a utilização do elemento não traz nenhum sabor, apenas acrescenta coloração ao produto. “Nossa casquinha continua tendo o sabor de baunilha, por exemplo, mas agora na cor preta”, esclarece.

Ananda acrescenta também que a cor preta promete, cada vez mais, garantir lugar no preparo das receitas e no prato dos brasileiros. Segundo ela, a tendência americana tem tudo para virar “febre” aqui. A própria Fiorella Gelato já está testando e, em breve, lançará um gelato no sabor coco, com carvão vegetal. “Unir elementos inusitados nas receitas é sempre uma ótima opção para atrair o público”, completa.

Causar impacto e ter um produto diferente foram os mesmos objetivos da chef Ana Motta, da Salumeria Central, ao criar o hambúrguer de wagyu: “Escolhi o carvão vegetal ativado para integrar o visual. Eu queria um produto diferente, com apresentação impactante, e que criasse contraste com o vermelho dos tomatinhos e com o pink do picles de cebola roxa, já usados como ingredientes.”

Benefícios para a saúde

O carvão vegetal é muito mais do que um simples acréscimo de cor. Ele traz inúmeros benefícios para a saúde e, nutricionalmente, é um importante complemento. A nutricionista Júlia Mendoza, especialista em nutrição clínica, esportiva e estética, explica as vantagens do uso do carvão vegetal ativado na alimentação: “São inúmeros. A função principal deste elemento é desintoxicação. Ele estimula as células a eliminar as toxinas e, assim, melhora a absorção de nutrientes. Tirar as impurezas, limpar o organismo e desintoxicar, são suas características. Além disso, reduz o nível do colesterol ruim e ajuda na melhora da ressaca”, afirma.

Serviço:

 

Fiorella Gelato

Rua Antônio de Albuquerque, 478 – Savassi

Telefone: (31) 3586-2123

Funcionamento: Segunda a sexta-feira: 11h30 às 22h; Sábado e domingo: 11h às 22h.

Salumeria Central

Rua Sapucaí, 527 – Floresta

Telefone: (31) 2552-0154

Funcionamento: segunda a sábado, de 11h30 às 1h

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA:

Agenda Comunicação Integrada

Jornalistas responsáveis: Maíra Rolim e Daniel de Andrade

Contato: (31) 3021-0204 | (31) 9 9120-1068 | (31) 9 7348-9500

WhatsApp: (31) 9 8500-1358

Facebook/ Instagram: agendacomunicacao