Sala de
Imprensa

Fechar
24.11.2017
Dicas para aproveitar a ceia de natal sem culpa

Nutricionista explica que substituir alimentos gordurosos por outros menos calóricos pode ser alternativa para aproveitar as delícias desta época, mas sem exagero

 

         Fim de ano é tempo de confraternizar entre amigos e familiares. Celebrar os momentos e experiências vividas. O Natal, data mais importante deste período e tradicional pela troca de presentes e partilha de experiências, tem seu ápice na hora da ceia, em que famílias se reúnem para compartilhar farturas e pratos especiais desta época.

Por outro lado, o último mês do ano, e talvez o mais esperado por conta das festividades, pode ser um verdadeiro pesadelo para aqueles que estão em dieta ou precisam emagrecer. Diversas opções de pratos, muitas vezes gordurosos e com alto teor de açúcar são o maior empecilho para quem não deseja perder o foco ou está com dificuldades para continuar fitness.

A boa notícia é que dá para aproveitar a ceia sem atrapalhar a dieta, e o melhor: com substituições básicas e equilíbrio nas escolhas. A nutricionista Júlia Mendoza, especialista em nutrição clínica, esportiva e estética, afirma que a principal dica é ter foco na ceia. “É preciso equilíbrio antes e durante a ceia para que exageros não aconteçam. Durante o dia opte, por exemplo, por alimentos mais leves e o mais próximo possível de sua dieta”, explica.

Fazer escolhas certas e menos calóricas fará com que a pessoa aproveite as delícias desta época sem “abrir mão”, até mesmo, do convívio social. De acordo com Júlia, é possível que se coma de tudo um pouco, porém sempre em quantidades reduzidas e sem excesso. “Na hora da ceia observar com atenção todas as opções é um ótimo hábito, pois assim é possível escolher os pratos melhores e mais nutritivos”, explica Mendoza.

Para isso a dica da nutricionista é priorizar as saladas de folha, carnes magras, como frango, peru e chester; e escolher apenas uma opção de carboidrato, ou seja, entre maionese, farofa e salpicão, receitas tradicionais do Natal, selecione aquela que melhor lhe agrada. “Se a pessoa conseguir agir desta maneira e mantiver o controle frente a tantas tentações, desde o início do dia até o fim da ceia, poderá desfrutar das sobremesas sem culpa, mas, é claro, sem exagerar no consumo do açúcar. Caso contrário, todo o equilíbrio conquistado na ceia pode cair por terra”, esclarece a nutricionista.

As confraternizações desta época também são marcadas pelo consumo de bebidas alcoólicas. O simples fato das pessoas estarem num clima mais descontraído é condição determinante para que excessos sejam cometidos. “Sendo assim, todo o cuidado é pouco. O álcool pode ser um grande vilão quando combinado com alimentos gordurosos, pois propicia o acúmulo de calorias. Isto pode ser verificado com números, pois um grama de álcool equivale a sete calorias e um copo de cerveja a um pão francês ou pão de sal. Além de prejudicar o organismo, ele aumenta o valor calórico da refeição e consequentemente engorda”, destaca Júlia.

A especialista em nutrição afirma que com uma substituição simples é possível ingerir bebida alcoólica, sim. “Minha dica é sempre optar pelos espumantes e vinhos, que são mais leves”, informa. Para o dia seguinte a indicação é beber suco detox e bastante água, a fim de garantir a limpeza e renovação do organismo.    Modificações práticas e sem muitos sacrifícios é a garantia de uma noite natalina de muita alegria, mesa farta e alimentação saudável em dia. “Dieta não deve ser confundida com abstinência, sofrimento ou restrições exageradas”, finaliza Júlia.

Assessoria de Imprensa:

 

Agenda Comunicação Integrada

Jornalista responsável: Daniel de Andrade

Contato: (31) 3021-0204/ 9 9120-1068 / 9 7348-9500

Whatsapp: (31) 9 8500-1358

Site: www.agendacomunica.com.br