Sala de
Imprensa

Fechar
27.01.2015
NTC Soluções Capilares

NTC Soluções Capilares chega aos 55 anos como uma das empresas mais tradicionais do mercado capilar de BH

Dona Wilma começou a trabalhar no mercado de perucas desde os anos 50, quando o acessório, que estava na moda, era usado por atrizes e mulheres da alta sociedade. Sua paixão pela área começou de um modo curioso. Ela, uma jovem vaidosa, com pouco mais de 20 anos, comprava perucas para seu closed como quem compra roupas. Porém, em pouco tempo, deixou de gostar das peças que adquiria, por duvidar da qualidade, e passou a ser produtora própria das perucas que usava. Já no início dos anos 60, a fama da “peruqueira” correu os quatro cantos do país. Ela buscou aperfeiçoamento profissional e juntamente com o talento nato foi convidada para trabalhar no Canecão, antiga casa de shows do Rio de Janeiro, produzindo perucas para grandes damas do teatro e da TV, como Tônia Carrero, Cacilda Becker e Lilian Lemmertz. Em terras mineiras, a atriz Wilma Henriques e o Grupo Corpo também já experimentaram perucas de Dona Wilma. Graças a essa expertise da empresária, em 1960, nasceu a Wilma Perucas, empresa do setor estético/capilar, que em 2015 completa 55 anos. De lá pra cá a empresa mudou de nome, hoje se chama NTC Soluções Capilares, mas continua muito conhecida pela elite belo-horizontina e pelos profissionais da área de saúde e beleza em geral.

O NTC Soluções Capilares localizado no coração da Savassi, oferece soluções para problemas relacionados aos cabelos, como próteses e mais de 200 tipos de perucas naturais e de fibras européia. A empresa ultrapassa meio século de vida com 15 funcionários, porém sob a direção de outras mulheres da família, que assumiram os negócios de Dona Wilma: a filha Ana e a neta Fernanda Tompa.

O envolvimento de Ana nos negócios da mãe começou em 1983, ano de nascimento de Fernanda. A sócia do NTC lembra que, por não ter ninguém que tomasse conta da filha, acabava levando-a para o trabalho. “Ela ficava em um cercadinho no corredor e todas as pessoas do prédio me ajudavam olhá-la, inclusive minha mãe”, lembra.

Já a entrada de Fernanda foi essencial para adequação do perfil empresarial do NTC. A instituição, ao longo desses 55 anos, sofreu uma série de mudanças, passando a criar estratégias para geração de lucros e crescimento. “Nossa empresa sempre foi de caráter familiar, sem caixa ou divisão de dinheiro, tudo feito somente no feeling. Minha filha trouxe o frescor da informação, da necessidade de mídia direcionada, as inovações da era digital, consciência organizacional, preocupação com a concorrência e necessidade de nos destacarmos no segmento onde estamos inseridos”.

No início, Fernanda contribuiu de forma relevante para as ações de marketing organizacional da empresa, devido à sua formação em Relações Públicas. Mas, com o decorrer do tempo, a neta de Dona Wilma apaixonou-se pelo mundo dos cabelos, tornado-se terapeuta capilar e pós-graduanda em Tricologia Cosmética, pela Faculdade Oswaldo Cruz, em São Paulo. Mãe e filha perceberam que havia um nicho não explorado em BH, o mercado capilar voltado para homens. “A partir daí, conhecemos técnicas maravilhosas como o Laser Frio e iniciamos um tratamento para o público masculino juntamente com a prótese capilar invisível”, conta Ana. Graças a pesquisas de mercado e constantes adequações aos perfis dos clientes, o NTC tem registrado média de crescimento de 25% nos últimos 5 anos, com exceção de 2014, um ano considerado atípico para diversos empresários, devido a eventos como a Copa do Mundo e a instabilidade econômica no período das eleições.

Ao fazer um balanço da história do NTC, Fernanda Tompa afirma que o trabalho em família tem mais saldos positivos do que negativos. “Estar próximo às pessoas que gostamos e confiamos torna o trabalho mais produtivo. Trabalhar com minha mãe e minha avó é fator de crescimento tanto no relacionamento familiar quanto na parte financeira. Me sinto orgulhosa em dar continuidade a essa história tão linda iniciada por Dona Wilma quando eu ainda nem era nascida”, afirma.

Ana Tompa, por sua vez, também se diz eternamente orgulhosa por participar de um negócio promissor. O trabalho pioneiro de Wilma, segundo Ana, permitiu a construção de uma marca com credibilidade para o setor de perucas da capital. ”Minha mãe criou os cinco filhos apenas com o dinheiro das perucas. Ela é, sem dúvida, uma mulher batalhadora, e acredito que todas nós somos mulheres guerreiras e destemidas”.

Além das novas tecnologias e de todas as mudanças ocorridas ao longo dos anos, Ana Tompa ressalta que o amor e a dedicação das três mulheres ao empreendimento, além da humildade de aceitarem novas ideias, críticas e sugestões, principalmente por parte de Dona Wilma, que pertence a gerações mais tradicionais, são características que fazem da parceria entre avó-mãe-filha, sinônimo de sucesso. “O mundo está mudando e temos de aceitar o novo através das novas gerações, senão seremos engolidos pela era tecnológica”.

Planos para 2015

Mesmo enfrentando um 2014 difícil o NTC chega aos 55 anos com planos e perspectivas de novos investimentos. Um deles é aumentar ainda mais a prestação de serviços referentes às próteses capilares masculinas e femininas, que se tornaram o carro-chefe da empresa. Dados da Organização Mundial de Saúde apontam que metade da população masculina do planeta terá algum grau de calvície até os 50 anos, e esse percentual só tende a subir com o avanço da idade. Há também estudos que mostram que a calvície pode chegar bem mais cedo: cerca de 10% dos casos ocorrem antes mesmo do homem atingir 20 anos; de 20% a 30% surgem entre os 20 e 30 anos; e de 60% a 70%, após os 40 anos.

Além disso Ana e Fernanda também pretendem qualificar os profissionais do NTC, pois sabem do valor de um atendimento personalizado para a prospecção de novos clientes e valorização da marca, construída com muito trabalho pela matriarca. “Vamos continuar nossos esforços para nos adaptarmos cada vez mais as novas mídias e não abrir mão de uma comunicação estratégica, voltada para os nossos públicos, pois só assim poderemos nos firmar como um nome cada vez mais forte e representativo no segmento de beleza belo-horizontino. E que venham mais 55 anos, afinal nossos sonhos são audaciosos, mas possíveis de serem realizados”, finaliza Ana.

Em fevereiro, a empresa também comemora os 80 anos da fundadora da empresa, dona Wilma.